noticia / seg-noticias---senador-propoe-fim-do-monopolio-no-dpvat

SEG NOTÍCIAS - Senador propõe fim do monopólio no Dpvat


 

O senador José Medeiros (PPS-MT), acaba de apresentar ao Senado Federal o Projeto de Lei 558/2015 para restabelecer ao proprietário de veículos o direito de livre escolha da seguradora na necessidade do uso do Dpvat. Bastante polêmica, a proposta já está na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aguardando indicação de um relator.

 De acordo com o senador José Medeiros, hoje existe um monopólio estabelecido no Dpvat. 'Atualmente, a prestação do seguro elimina a concorrência e viola os princípios constitucionais da livre iniciativa, da livre concorrência e da defesa do consumidor. Ao cidadão-contribuinte o mínimo que se deve é transparência do Estado-exator (arrecadador de imposto), já que metade do prêmio do seguro obrigatório é enviado aos cofres públicos', afirma. Ainda segundo o parlamentar, o modelo em vigor é falho. Por isso, é preciso assegurar que as receitas do Dpvat destinadas ao SUS e ao Denatran sejam aplicadas exclusivamente para atender as vítimas de acidentes de trânsito, o que não ocorre hoje, já que tais parcelas ingressam no caixa único do Tesouro. 'Não existindo tal vinculação, está caracterizada a natureza jurídica de tributo, que somente poderia ser iniciado por meio de lei complementar. Sendo tributo, o Dpvat teria o mesmo fator gerador do IPVA, a propriedade do veículo, o que também é vedado pelo dispositivo constitucional (o artigo 154, I, da Constituição Federal)', explica Medeiros dizendo ainda que 'essas são as anomalias do modelo atual que pretende ver corrigidas por meio do seu projeto de lei, cujo propósito é restabelecer o sistema de liberdade contratual que já existiu no Brasil'.

 

Para desvincular o repasse feito ao SUS e ao Denatran, o senador José Medeiros acredita que revogar dispositivos da lei da Seguridade Social (sobre repasse de recursos), do Código de Trânsito Brasileiro, incluindo o seguro Dpvat, além de possibilitar o reembolso pelas seguradoras das despesas incorridas pelo SUS para atendimento de acidentados de trânsito, seja o caminho mais transparente. A manutenção da sistemática já prevista na legislação em vigor (Lei 6.194, de 1974), na avaliação do senador, é capaz de prover tal necessidade, prevendo-se a manutenção de um consórcio constituído pelas seguradoras que operam no ramo para honrar o pagamento da indenização às vítimas de veículos não identificados no acidente ou de veículos inadimplentes. 'A livre concorrência reduzirá o prêmio do seguro e corrigirá o que chama de anomalias do modelo vigente', finaliza Medeiros.

 

Itaú Auto Roubo apresenta novidades em sua forma de pagamento

 Com o intuito de aumentar a oportunidade de negócios para os Corretores e de facilitar a contratação do seguro pelos segurados, a Itaú Auto e Residência anunciou nesta semana uma nova forma de pagamento para a contratação do produto Itaú Auto Roubo. A partir de agora, o cliente poderá optar por realizar o pagamento em até nove vezes sem juros, tanto com cartão de crédito, quanto em débito em conta.

   O Itaú Seguro Auto Roubo é uma proteção exclusiva contra roubo ou furto destinado para quem não quer gastar muito, mas se preocupa em proteger seu patrimônio. Os segurados que contratam esse produto possuem diversos benefícios, como: cobertura para roubo e furto limitada a 80% FIPE, assistência 24h gratuita com serviços para troca de pneus, pane seca, chaveiro e guincho limitado a 300 km.

  'Devido ao aumento dos roubos e furtos no país, recomenda-se que o motorista garanta o seu investimento e não circule com o veículo sem estar segurado, pois os prejuízos podem ser grandes. Com essa nova opção de pagamento, tornamos o produto ainda mais atrativo no mercado e podemos oferecer mais vantagens aos segurados e aos corretores', comenta Marcelo Sebastião, diretor da Itaú Auto e Residência. Com o seguro exclusivo contra roubo e furto, é possível complementar os benefícios com a contratação de coberturas como danos materiais a terceiro, danos corporais a terceiro e acidentes com passageiro.

 

.

 

DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL

 

 


 

 

Senra & Associados lança campanha em parceria com o Grupo Porto Seguro

 

Às vésperas de seu aniversário de 28 anos, a Senra & Associados acaba de lançar a campanha 'Acelerando com as 3 marcas'. A iniciativa, idealizada em conjunto com o Grupo Porto Seguro, tem o objetivo de estimular os corretores a fecharem novos negócios com os produtos da Porto Seguro, da Azul Seguros e da Itaú Seguros. O coquetel de lançamento ocorreu no 11 de setembro.

 

Durante três meses, os corretores da Senra que venderem seguros das carteiras de automóvel e vida dessas seguradoras receberão cupons para participar do sorteio de uma moto de 50 cilindradas da marca chinesa Bee Bee.

 

'É um privilégio completar 28 anos de fundação, quando sabemos que algumas empresas não resistem a cinco anos de vida. Tudo o que construímos na Senra & Associados só foi possível graças à parceria com os corretores e colaboradores, por isso sempre investiremos neles. Jamais buscaremos profissionais nas nossas concorrentes', afirma Antonio Carlos Senra, diretor da empresa. Ele acrescenta que a campanha é mais uma maneira de motivar e reconhecer o trabalho dos seus corretores.

 

No evento, representantes do Grupo Porto Seguro apresentaram as novidades das três marcas para o seguro de automóvel e iniciativas de estímulo a vendas, como o Porto Plus, que converte pontos em produtos. Além disso, os corretores que melhor vêm aproveitando os programas de incentivo receberam durante o evento prêmios de reconhecimento. Também foram premiados aqueles cujos clientes mais utilizaram os serviços de assistência prestados pelas seguradoras.

 

O diretor da sucursal Rio de Janeiro da Porto Seguro, Sergio Mendonça, frisou a importância de informar os segurados sobre esses serviços, que são direitos pouco aproveitados. 'Em São Paulo, 25% dos nossos segurados utilizam os serviços de assistência oferecidos, e apenas 9% dos cariocas fazem uso desses benefícios', informou. O executivo acrescenta que 'a Porto Seguro vende seguros, mas é, principalmente, uma prestadora de serviços, e esse é o seu diferencial'.

 

Segundo Mendonça, o desenvolvimento da campanha junto à Senra é reflexo da qualidade técnica e da escolha criteriosa das parceiras da empresa, pois proporciona aos corretores uma maior afinidade com os produtos que vendem e a consequente melhora no atendimento. 'A expectativa é de que haja um aumento de 30% nas vendas dos produtos da Porto Seguro e da Azul Seguros e de 80% nos da Itaú Seguros até o dia 11 dezembro, quando acaba a campanha', diz.

 

.

 

SEGURO CIDADÃO

 

 


 

 

Empresa Amiga da Justiça - O Grupo Segurador Bando do Brasil e Mapfre é a primeira seguradora a aderir ao programa 'Empresa Amiga da Justiça', do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP).

 

Criado para diminuir a quantidade de processos no Tribunal de Justiça de São Paulo, o programa propõe que as empresas se comprometam a desenvolver e ampliar ações que facilitem os acordos com os clientes.

 

As instituições que participam do programa recebem a certificação e o selo 'Parceira do Programa Empresa Amiga da Justiça'.

 

Ao fim de cada ano, o TJ-SP também reconhece e premia a empresa com melhor desempenho em cada setor.

 

Para Luiz Gustavo Braz Lage, diretor geral de Riscos, Controles Internos e Legal do Grupo Segurador Banco do Brasil e Mapfre, 'o projeto estimula a cultura da pacificação e permite resolver, com maior rapidez, questões judiciais com consumidores, em benefício de toda a sociedade.

 

'A adesão ao programa é importante para ampliar o número de acordos, uma vez que o Grupo BB e Mapfre já adota a conciliação como princípio norteador', ressalta Roberto Barroso, presidente do Grupo BB e Mapfre nas áreas de Vida, Habitacional e Rural.

 

Segundo Orival Grahl, diretor jurídico do BB e Mapfre, o grupo está empenhado em alcançar resultados significativos por meio do programa, não só no âmbito judicial, mas também nos canais de atendimento ao cliente, como SAC e Ouvidoria.

 

A cerimônia de assinatura do compromisso público ocorreu no último dia 14, no Palácio da Justiça.

 

.

 

Estudo da Aon revela que profissionais brasileiros superam a média global de engajamento

 

Com o intuito de medir o engajamento e as percepções dos colaboradores em relação ao trabalho, a Aon, líder mundial em benefícios e capital humano, realizou um estudo anual com a participação de nove milhões de funcionários de 1.000 empresas, em 164 países. O resultado destaca o Brasil com a maior média de profissionais engajados: cerca de 70%, índice superior a marca global, de 62%. Já a América Latina também apresentou os maiores níveis de engajamento, com cerca de sete entre 10 funcionários.

 

De acordo com Bruno Villela de Andrade, responsável pela área de consultoria em engajamento da Aon Brasil, os níveis de engajamento dos brasileiros apresentaram um leve aumento quando comparado com o levantamento de 2013, porém, a percepção da experiência geral dos funcionários se manteve igual. 'Tivemos um crescimento de 1% em relação a 2013, passando de 69% para 70%. Nos países com as 20 maiores economias e maiores volumes de funcionários, o engajamento se manteve estável, permanecendo em 61%', relata. Apesar dos aumentos considerados modestos, o executivo afirma que a média da satisfação com o emprego despencou 28% no mundo, enquanto que no Brasil não apresentou variação.

 

A pesquisa mostra que no Brasil o principal item que apresentou aumento foi Diversidade e Inclusão, com 6%. Já o driver Marca & Reputação não apresentou mudanças, enquanto que os itens Atividades Diárias e Clientes registraram uma queda de 5%.

 

O executivo explica que embora os brasileiros ainda não estejam sofrendo o impacto direto da instabilidade econômica sobre o engajamento, este cenário causa insegurança nos funcionários e nas empresas. 'O panorama atual da economia faz com que muitas organizações optem por ações e programas de RH mais conservadoras e limite a implementação de projetos de liderança. Por conta dessa perspectiva, os profissionais também temem a perda do emprego', esclarece. Em contrapartida, Andrade diz que isso não deve ser uma regra. 'As empresas devem aproveitar o cenário econômico como oportunidade para inovar, aproximando-se do desempenho da equipe para desenvolver habilidades mais softs, como resiliência, transparência e walk the talk nos gestores de pessoas', alerta. 

 

O estudo indicou que o principal driver de engajamento, oportunidades de carreira, apresentou uma queda de três pontos percentuais quando comparado com a pesquisa realizada em 2013. Outros itens importantes também apresentaram queda: práticas de RH, valorização, foco no cliente. 'Os itens registraram uma queda de 7, 6 e 5 por cento, respectivamente', indica Bruno Andrade.

 

Em contrapartida, a pesquisa apontou que os níveis variaram de uma região a outra. Na África e Oriente Médio houve aumento de 14% no engajamentodesde 2012, atingindo a marca de 67%, apresentando-se como as regiões mais positivas. Já a Europa se manteve estável em 57%, marca esta que tem relação com a estagnação econômica da região. 'Cada local tem a sua particularidade, o que impacta os níveis de engajamento dos profissionais. Um exemplo disso é a região Ásia-Pacífico, que, ao longo dos últimos cinco anos, conquistou um aumento de nove pontos percentuais na média, por conta das grandes oportunidades econômicas em seus diversos mercados', complementa o executivo.

 

A pesquisa da Aon também revelou diferentes níveis de engajamento de acordo com os cargos dos profissionais. Entre executivos e líderes sênior ao redor do mundo houve aumento de 10% desde 2012, registrando 76%. Já os cargos de posição intermediária, como gerentes, o aumento foi de apenas 2%, chegando a 67%, enquanto que para os profissionais e funcionários da linha de frente, o número se manteve estável: 61% e 54%, respectivamente. Para Andrade, algumas tendências de mercado estão mudando, pois antes os gerentes eram responsáveis por engajar suas equipes e hoje os líderes seniores também são responsáveis por estabelecer uma visão cativante. 'Cada vez mais, espera-se que o funcionário seja responsável por seu próprio engajamento, incluindo a compreensão do impacto que ele causa e de como obter o máximo de seu envolvimento', comenta.

 

.

 

ENDOSSANDO

 

 


 

 

Segurados SulAmérica Auto têm polimento gratuito de faróis

 

A SulAmérica, em parceria com a Autoglass, empresa especializada em reparo e venda de vidros e peças automotivas, oferece mais um serviço inovador aos seus clientes do seguro Auto, o polimento de faróis. Agora, os segurados que possuem cobertura de lanterna, faróis e retrovisores, poderão acionar esse serviço sem custo. O polimento proporciona a recuperação do aspecto original do farol, eliminando a aparência embaçada e desgastada dos faróis e, ainda, protege contra os raios ultravioleta, aumentando a durabilidade do brilho. Esse serviço é ainda mais relevante quando apenas um farol é danificado em um acidente, pois na maioria das vezes, apenas ele é substituído e o outro permanece desfocado.

 

'Trabalhamos constantemente para aumentar as opções de serviços para os segurados SulAmérica Auto. Entendemos que dessa forma fortalecemos nossa relação com nossos clientes, já que estamos oferecendo a oportunidade de preservação do bem segurado. Observamos que o farol, apesar de muito importante para o desempenho do veículo, não está entre os itens que mais recebem manutenção periódica. Por isso, optamos por oferecer gratuitamente mais esse diferencial para auxiliar os nossos segurados a cuidar do seu automóvel de maneira prática e efetiva', afirma o vice-presidente de Auto e Massificados da companhia, Eduardo Dal Ri.

 

A SulAmérica vem investido de maneira significativa em serviços voltados para o seguro de automóvel. Desde o ano passado, a companhia oferece, também em parceria com a Autoglass, o reparo de arranhões, um sistema de polimento de lataria com tinta especial que é aplicável em 80% dos casos de danos leves na parte externa do veículo.

 

Para agendar qualquer um dos serviços, é necessário que o segurado entre em contato com a central de atendimento da Autoglass. Na loja da rede, ele precisará apresentar o cartão do seguro SulAmérica.

 

Para saber mais detalhes sobre esses e outros benefícios oferecidos pela SulAmérica, acessewww.sulamerica.com.br/sulamericamais.

 

.

 

HDI Seguros conquista 1,7 milhão de veículos segurados no país

 

A HDI Seguros atingiu 1.700 mil automóveis segurados no Brasil. Com operação em todo o território nacional, a seguradora tem investido em expansão nas regiões com maior volume de frota segurável e já colhe os resultados dessa estratégia. De janeiro a julho deste ano sua carteira cresceu em 100 mil itens, considerando apenas o ramo automotivo, principal foco da HDI Seguros. A operadora também atua fortemente em seguros residenciais.

 'Estamos trabalhando bastante para atender as demandas de mercado com qualidade em serviços e preços competitivos. Um de nossos diferenciais estratégicos, por exemplo, é a oferta de seguros personalizáveis. De acordo com as informações do cliente e suas necessidades individuais de utilização do veículo, os corretores podem montar o produto mais adequado. Com a escolha correta de serviços e coberturas, o cliente pode chegar a economizar de R$ 300 a R$ 500 no seu seguro', explica João Francisco Borges da Costa, presidente da HDI Seguros.

 No último ano, a seguradora inaugurou quatro filiais no Rio de Janeiro (na Barra da Tijuca, Zona Oeste; no Centro; em Niterói e em Campos dos Goytacazes), além de escritórios comerciais em Umuarama, no Paraná, e em Pelotas, no Rio Grande do Sul. Neste ano, novas unidades na Região Metropolitana de São Paulo também foram abertas.

 

Brasilcap sorteia mais de R$ 15 milhões em um único dia

 O mês de setembro começou muito bem para os clientes Ourocap. A Brasilcap distribuiu, somente no dia 5, um sábado, o valor de R$ 15,1 milhões em prêmios para 512 felizardos de todo o Brasil. O destaque foi para um advogado de Goiânia, que ganhou R$ 5 milhões com um Ourocap Torcida. A dupla de produtos Torcida e Torcida Brasil ainda fez mais quatro milionários, e cada sortudo receberá prêmios de R$ 1 milhão: um jovem de 22 anos de Aurora, no Vale do Itajaí, em Santa Catarina; um mineiro de Guanhães, na região do Vale do Rio Doce; um aposentado de Bertioga (SP); e uma pequena confecção de roupas de São Roque, também no interior paulista.

 Os demais títulos sorteados foram Ourocap 20 Anos e Parcela Premiável. Vale o destaque também para uma empresária de São José do Rio Preto, São Paulo, que foi premiada pela oitava vez. Cliente desde 1996, agora ela levou R$ 150 mil com seu título comprado em janeiro.

 De janeiro a agosto, a Brasilcap já distribuiu mais de R$ 125 milhões em prêmios para cerca de 19 mil títulos pelo Brasil. Desde 1995, ano em que o produto começou a ser comercializado, o título de capitalização já distribuiu aproximadamente R$ 1,5 bilhão para 526 mil clientes.

 

 

Categoria: Notícia

Publicado em:

Cadastre-se

Cadastre-se e receba nossos informativos relacionados.

By Redbit