noticia / bati-o-carro.-e-agora_

Bati o carro. E agora?


 

No trânsito, mínimos descuidos podem causar um acidente. Por isso, mais do que uma precaução, o seguro auto é uma necessidade em diversas situações. De acordo com Manes Erlichman Neto, sócio-diretor da corretora Minuto Seguros, muitas pessoas ainda desconhecem os benefícios de se contratar uma apólice. "Além de trazer coberturas tradicionais como colisão, roubo e furto, as seguradoras oferecem um leque de serviços de assistência, como guinchos, apoio a pane, falta de combustível, mecânicos para troca de pneus e muito mais", diz o executivo.
 
Pensando nisso, a companhia elaborou sete dicas para ajudar quando o assunto for acidente de trânsito:
 
1. Boletim de ocorrência (B.O.) é obrigatório?
Nem sempre. O boletim de ocorrência só é exigido pela seguradora quando alguém fica ferido no acidente. Caso ninguém se machuque, não haverá necessidade de realizar o B.O.
 
2. Deixe a seguradora avaliar de quem é a responsabilidade
Evite qualquer discussão. Mesmo que o acidente tenha envolvido outros veículos, não vale a pena discutir sobre quem é o culpado. A melhor alternativa é deixar a seguradora avaliar as responsabilidades, segundo as normas de trânsito e critérios técnicos. Nessa situação, mesmo que não seja obrigatório, o B.O pode te ajudar, protegendo seus direitos em caso de algum problema jurídico.
 
3. Contate os centros de atendimento ao cliente
Para agilizar o conserto do veículo, contate as centrais de atendimento ao cliente. O serviço é disponibilizado pelas principais seguradoras e faz o levantamento dos prejuízos. Dessa forma, o automóvel já é encaminhado para a oficina com a autorização prévia dos reparos a serem realizados.
 
4. Oficinas credenciadas
Fique de olho nas oficinas credenciadas. Nelas, as seguradoras se responsabilizam pela qualidade do conserto e muitas vezes oferecem até benefícios extras, como um desconto no valor da franquia ou diárias adicionais de carro reserva.
 
5. Quanto mais informação, melhor
Para ajudar a seguradora na análise do acidente, procure anotar o máximo de informações do ocorrido. A data, o horário e o local do acidente são essenciais. Além disso, quando a batida envolver terceiros, você precisará dos dados dos outros veículos e um breve relato de como o sinistro aconteceu. Uma dica importante é fazer alguns registros fotográficos também.
 
6. Não se esqueça de avisar a corretora
É muito importante avisar a corretora quando acontecer algum acidente com o seu automóvel. Você terá uma ajuda fundamental em todo o processo junto à seguradora, como sugestões de oficinas credenciadas e até mesmo auxílio para lidar com os proprietários dos outros veículos envolvidos no acidente.
 
7. E quando um motorista sem seguro bate no carro de uma pessoa que tem um seguro auto?
Muitas vezes, o motorista segurado assume a culpa pelo acidente no lugar do outro, e este, paga pela franquia. Atenção! A chamada inversão de responsabilidade é algo não permitido por lei e o segurado corre o risco da seguradora recusar o pagamento da indenização.
 

Categoria: Notícia

Publicado em:

Cadastre-se

Cadastre-se e receba nossos informativos relacionados.

By Redbit