noticia / ans-tem-novo-indice-de-reclamacao-de-operadoras-de-plano-de-saude

ANS tem novo índice de reclamação de operadoras de plano de saúde


 

Pela internet, consumidor pode comparar e acompanhar resultados. Atualizado mensalmente, o índice vai ter dados dos últimos três meses.

 

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) colocou em seu portal na internet, o novo oÍndice de Reclamações, que permite que o consumidor comparar a atuação das operadoras de planos de saúde. O índice, que é calculado a partir das queixas que são registradas na ANS, foi reformulado. Agora tem mais dois indicadores complementares que ajudam a identificar qual foi a conduta das operadoras na resolução das demandas.

Agora a avaliação é feita em três itens: o Índice Geral de Reclamações, que avalia o atendimento aos problemas apontados pelos beneficiários; o Percentual de Finalização Assistencial, que mede a capacidade de conclusão satisfatória dos problemas entre os planos de saúde e os beneficiários; e o Índice de Abertura de Processo Administrativo, que permite medir o volume de reclamações com indício de infração que foram encaminhadas à ANS para abertura de processo administrativo.

Os resultados podem ser checados no site da ANS. Há ainda o ranking com a lista das dez operadoras com maior índice geral de reclamações, divididas por porte e por tipo de atenção (assistência médica ou exclusivamente odontológica). O consumidor também poderá ver detalhadas as reclamações por tipo de classificação (assistencial e não assistencial) e por subtema (rede de atendimento, prazos máximos para atendimento, rol de procedimentos, reembolso, etc.). Ainda é possível calcular os indicadores de cada operadora individualmente.

O índice será atualizado mensalmente, com dados dos últimos três meses. No cálculo do Índice são computadas as reclamações que a ANS recebe dos consumidores por meio do Disque ANS (0800 701 9656), do formulário eletrônico na página da Central de Atendimento na internet, por carta ou presencialmente, em um dos 12 núcleos da ANS espalhados pelo país.

 

Fonte: G1


Categoria: Notícia

Publicado em:

Cadastre-se

Cadastre-se e receba nossos informativos relacionados.

By Redbit